Pouca Vogal

Uma grande noite de sexta-feira treze! Assim pode ser resumida a penúltima apresentação da mais nova e menor banda do rock gaúcho, nas palavras de Humberto Gessinger. Pouca Vogal, duo formado pelo já citado Humberto (Engenheiros do Hawaii) e Duca Leindecker (Cidadão Quem), é o mais novo projeto destes dois grandes músicos gaúchos, e que nesta noite, e nas duas anteriores, gravava as apresentações ocorridas no Teatro do CIEE para futuro lançamento de um CD e DVD ao vivo.

E é sobre isso que vamos falar: confesso que quando escutei as músicas no site da banda que, aliás, ainda estão lá disponíveis para download gratuito, não levei muita fé nesta empreitada, fui pro show sem esperar muita coisa.

Ao soar o anúncio para se desligarem os celulares e os flashes das câmeras, praticamente na hora marcada (21h), sobe ao palco a dupla do rock acústico, e que antes de executarem a primeira música, após uma rápida conversa de cumprimento com a platéia, iniciam a apresentação com Depois da Curva, que já pode ser considerada hit, dada as devidas proporções e pretensões da dupla. Emendam com Até o fim, música dos Engenheiros e logo depois, Girassóis, da Cidadão Quem.

A partir de então o set é dividido entre as músicas das respectivas bandas e as novas composições. Sobre estas, vale ressaltar que todas foram cantadas do início ao fim pelo público presente. Pude assistir a somente um show, mas sei que nas outras noites não foi diferente. É impressionante o número de fãs que estes caras conquistaram ao longo de suas carreiras. Não é nada fácil lançar músicas inéditas meses antes da gravação de um registro ao vivo, e sem o auxílio de rádios que as executem de dez em dez minutos, fazer com que a platéia as cante como se fossem antigas canções do repertório dos Engenheiros ou da Cidadão.

O show ainda contou com duas participações especiais, começando por Luciano Leindecker, irmão de Duca e também integrante da Cidadão, que neste show apresentou um instrumento de sua própria criação, o “Quince”, muito semelhante ao som de um banjo acústico e que foi usado para a execução de Música Inédita. Detalhe, o nome do instrumento foi dado pelo seu criador devido ao fato de serem usadas 3 moedas de cinco centavos para afinar as cordas.

A noite continua, e com ela mais hits como: Somos Quem Podemos Ser, 3×4 e Toda Forma de Poder, todas dos Engenheiros. Outro detalhe interessante é o que o Duca fez com esta composição (e que vocês poderão ver no DVD). Dono de uma técnica instrumental incrível, ele simplesmente arrasou nesta música, reformulando completamente o arranjo original e usando o violão como percussão. Só vendo para entender!

Também não faltaram os clássicos da Cidadão, Pinhal, Ao fim de Tudo e Dia Especial fizeram os presentes cantar de forma tão forte quanto as músicas do Engenheiros, mostrando que não é somente o Humberto que dispõe de um público fiel.

Ao fim da apresentação ainda havia tempo para a segunda participação da noite, a orquestra POA POPS, que subiu ao palco para acompanhar os dois em Tententender (Pouca Vogal) e O Amanhã Colorido (Cidadão Quem), dando muito brilho às duas composições. Finalizaram a primeira parte com a ainda inédita, e que batiza a dupla, Pouca Vogal. Como já é de praxe, voltaram para o bis que contou com A Montanha (Engenheiros do Hawaii), Do Nosso Tempo (Cidadão Quem) e A Força do Silêncio (Gessinger e Leindecker).

Fim da apresentação, saldo: muito positivo. Set list bem escolhido, apesar de conter somente hits das duas bandas, e as músicas novas que eu, pessoalmente, acho que não passam de “boas”, mas que ao vivo ganharam uma dimensão muito maior do que as versões disponíveis até então para divulgação no site. Junto a isso, o imenso bom humor da dupla naquela noite contribuiu para criar momentos de pura descontração e diálogo entre platéia e músicos. Realmente uma ótima noite, bem melhor do que eu esperava.

Por: Angelo Borba

Fotos: Samuel Nervo

Publicações Relacionadas

1 comentário

  1. Iara

    muito legal……….poxa adoraria ter ido ao show também…..pena q moro muito longe…mas certamente terei a oportunidade de assistir a belíssima apresentação descrita acima….compartilhando de todas as emoções q só duas bandas tão boas como estas, simplificadasem em uma (POUCA VOGAL), conseguem transmitir aos fãs!!!

    [Responder]

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *