Nenhum de Nós Toca Beatles

Nenhum de NósNa segunda noite do 4º Festival de Inverno de Porto Alegre no Teatro do Bourbon Country, um show diferente da banda Nenhum de Nós: é o “Nenhum de Nós Toca Beatles”. Um show onde a banda interpreta das canções dos rapazes de Liverpool.

O show começa animado ao som de “A Hard Day’s Night”. O teatro está lotado do mais diversificado público: desde crianças até pessoas de mais idade. Em uma passada de olhos rápida é possível ver quase todos cantarolando e dançando em suas cadeiras. Pra continuar a animação: “Can’t buy me Love”. Na primeira interação com o público, Thedy Correia, vocalista do Nenhum de Nós, comenta que esse é um projeto que há muito está nos planos da banda e é finalmente concretizado. Ele também diz que esperam não assassinar as músicas dos Beatles.

Em um clima um pouco mais intimista o set navega por “Something”, “While my Guitar Gentle Weeps”, “Girl”, “Across the Universe”. A troca de instrumentos é constante e Thedy pede desculpas dizendo saber o quanto é chato, mas necessário, para que seja possível chegar o mais próximo possível das canções originais. Seguimos com “Norwegian Wood” e “Eleanor Rigby”. Nessa parte do show, nota-se o som abafado e o vocal pouco claro, porém, também é notório o esforço para fazer um bom arranjo das canções. O clima mais dançante é retomado com “Revolution” e “Ticket to Ride”.

Thedy interagiu o show inteiro com o público e vez ou outra contava as histórias das composições das músicas.

Nenhum de NósAntes da execução da próxima música o comentário é: estamos nos sentindo como um trapezista que vai executar seu número sem rede de segurança. Thedy explica que tentarão mesclar as vozes dos Beatles, em gravação digital, com seus próprios arranjos e então puxa um megafone: “With a little help from my friends” é executada.

Mais uma vez o clima alegre com “All my loving”. Segue-se com “In my life”, “We can Work it Out” e “Don’t Let me Down”. Todos os presentes cantam “Day Tripper” e “Help!” com animação. “Let it Be”, “All you need is love” e em seguida a divertida “Lucy in the sky with Diamonds”.

Em “Yellow Submarine”, Sadi assume o vocal e uma espécie de bumbo, divertindo a todos. A última canção antes do bis é “Here comes the Sun”.

A banda volta ao palco dizendo que o bis nada mais é do que a repetição de pontos altos do show. E não é que é mesmo? “A Hard Day’s Night” e “Help!” são executadas novamente para alegria dos presentes. Mas como não poderia deixar de ser, uma música não tocada anteriormente. Para finalizar, Thedy pede que os presentes se levantem pra ajudar a cantar junto: “Hey Jude”. O pedido é aceito sem que ninguém pensasse duas vezes e o show do “Nenhum de Nós Toca Beatles” se encerra com um belo coral na fria noite de segunda-feira na capital gaúcha

Por: karina Kohl

Fotos: Karina Kohl

Publicações Relacionadas

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *