6º RS Metal com Krisiun, Distraught e Amaduscias

krisiunUm grande show num terrível dia. Esta é a melhor descrição daquele  tenebroso domingo. Mas isso não impediu os Headbangers de curtirem um baita show de Metal e uma destruidora performance das 3  bandas que se apresentaram no Opinão naquele sombrio e chuvoso dia dos pais.  A barulheira começou em torno das 21 e 30 com uma já conhecida banda de Black/Death Metal de Passo Fundo, Amaduscias. Um som que me remeteu ao Hypocrisy nos primeiros álbuns, o que me agradou bastante. Músicas bem executadas, composições bem marcantes.

Logo após a destruição desta horda, os “nego veio pra thrasher nenhum botá defeito” da Distraught começaram a se dirigir ao palco. Então, surgiu um fato curioso. O baixista Nelson Casagrande estava sentado. Eu estava num lugar que não conseguia enxergar muito bem naquela hora. Então quando eles se prepararam pra devastação e as luzes se acenderam percebi que ele estava com uma tala na perna! O que é impressionante, pois mesmo assim o cara tocou muito e agitou, sem se preocupar com o problema e fez com que a galera batesse muita cabeça! Destaque pra ele!  A banda está divulgando seu novo disco “Unnatural Display of Art” e mostrou músicas de alto calão como Burial of Bones e Hellucinations. As músicas estão com uma roupagem mais moderna, porém sem perder a essência Thrash, roupagem que particularmente me agrada mais no momento, como por exemplo, o Exodus pós Tempo of the Damned. Também tocaram clássicos dos outros álbuns, como The Order.  Não preciso falar o resultado deste show. Devastador!

Após então, o maior expoente do Metal Extremo, que nos orgulha a cada álbum, bota abaixo o que restou do Opinião. Os Gaudérios até o Osso (conforme palavras do próprio Alex Camargo) abriram as portas do inferno com a matadora Ominous, uma das faixas destaque do álbum mais “experimental”  do Krisiun, Bloodshed. A partir daí é história. Nossos conterrâneos divulgaram seu último álbum Southern Storm  com músicas como Minotaur, que mostram a grandeza com que este vindouro grupo ainda faz e sempre irá fazer Metal Verdadeiro e Extremo! Despejaram  também, sem piedade,clássicos como Kings of Killing, Hatred Inherit, Bloodcraft, Murderer e muito mais. Sem contar as que fizeram os Headbangers baterem muita cabeça, cantar junto e abrir inúmeras rodas (que preocuparam demais os seguranças presentes que ficaram com os seus Walkie Talkies a postos pra qualquer “problema”, principalmente no show da Distraught.) como as imprescindíveis Conquerors of Armageddon e Black Force Domain. Os três irmãos de Ijuí agradeceram muito a platéia, principalmente aqueles que vieram do interior e alguns até de outros Estados contemplar a banda. Sempre com o seu discurso, que faz cada vez mais orgulho de ter uma banda do porte do Krisiun nos representando, e muito bem sempre, lá fora. Seu orgulho pelo Estado e sua humildade com o som e principalmente com o público, faz com que o nome da banda se consolide em uma das melhores bandas de Metal Extremo do universo, com o som mais honesto, brutal e técnico.

Resumindo, faça sol, faça chuva (muita naquele dia, diga-se de passagem) os Headbangers sempre estarão apoiando os incríveis shows de Metal que cada vez mais tem surpreendido, o que não foi diferente esta noite.  Parabéns Pisca, Opinião, Amaduscias, Distraught e principalmente, o Krisiun pelo devastador e grande evento!

Por: WillianGomes

Fotos: Karina Kohl

Publicações Relacionadas

3 Comentários

  1. Pablo

    O setlist da Amaduscias é o seguinte:

    Intro
    Only One Nation
    Submissive Eyes
    Fields of Blood
    Amaduscias
    Surrounded By Darkness
    Imposed Hypocrisy
    Blood of the Warriors
    Pagan Resistance

    [Responder]

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *