Maria Rita e a despedida de Samba Meu em Porto Alegre

Com alguns minutos de atraso, Maria Rita e sua banda subiram ao palco do Teatro do SESI na última sexta-feira, dia 30 de abril. Vestindo o mesmo figurino que a acompanha desde o início da turnê – há dois anos – a cantora arrancou gritos emocionados dos fãs portoalegrenses. Este foi o último show da turnê do álbum Samba Meu, lançado em setembro de 2007, que já havia passado por aqui outras cinco vezes. Totalmente bem recebida pelo público, Maria Rita inicia cantando “Samba Meu” à capela para em seguida emendar com “O Homem Falou”, de Gonzaguinha.

Samba Meu é um disco repleto de bons e clássicos sambas compostos por diversos autores brasileiros. A vibração das músicas toma conta da platéia. Gritos, assovios e todo mundo cantando junto com Maria Rita é uma constante em seus shows. Os primeiros acordes de “Tá Perdoado”, composição de Franco e Arlindo Cruz fez os gaúchos se sacudirem nas poltronas do Teatro do SESI.

Emocionada, Maria Rita cumprimentou a platéia e falou sobre a responsabilidade que foi para ela tocar na cidade pela primeira vez, no início da carreira. Segundo ela, haviam avisado: “se eles gostarem, vão te amar; se não gostarem, te odiarão”. Sua voz serena e aveludada diz, sob risos dos fãs, que acha que eles gostam dela já que ela veio tantas vezes à cidade e sempre com sucesso.

Muitos foram os pontos altos da apresentação da cantora em Porto Alegre mas há de se destacar, principalmente, a evolução musical pela qual esse show passou. Acompanhada por uma impecável banda, Maria Rita brinca e faz o que bem entende com sua voz. É como se nada fosse ensaiado, de tão natural que soa a quem tem o privilégio de ouvi-la. E sua integração com os músicos é algo divertido de observar. No momento de apresentar a banda, a artista também agradece aos técnicos de som e a todos aqueles que ficam “por trás” do palco, fazendo o show acontecer.

“O que é o amor” foi cantada em coro pelo teatro que, embora não estivesse lotado, teve um bom número de público. Mais algumas músicas de Samba Meu ainda foram apresentadas até que “Muito Pouco”, música do álbum anterior, Segundo, entrou rasgando nos ouvidos dos presentes. Música forte com interpretação igualmente forte, arrepiou a platéia. A partir daí, quem é fã da carreira de Maria Rita, foi presenteado com uma série de canções de seus dois primeiros cd’s. “Pagu”, “Encontros e Despedidas”, “Conta Outra” e tantas outras músicas que fizeram e ainda fazem sucesso na voz de Maria Rita levantou, literalmente, parte dos fãs que ainda se seguravam sentados nas poltronas do teatro. Curiosamente, o arranjo de suas músicas “antigas” pareceu renovado e totalmente integrado ao clima sambista do show.

O tão esperado bis, no qual ela canta “Não deixe o samba morrer”, veio e veio com tudo. Com lágrimas nos olhos e fãs, de pé, em frente ao palco, Maria Rita cantou, dançou e emocionou quem vivenciou aquela noite. E de nada adiantou a segurança do teatro e as recomendações da produção do show, pois as câmeras fotográficas não pararam um minuto de registrar tudo isso. A voz embargou mas a cantora conseguiu terminar o belo e animado último show da turnê em solo gaúcho.

Maria Rita emociona, diverte e mostra, a cada dia mais, que não precisa ser comparada a Elis Regina pois já conquistou seu próprio espaço. Desde a ousadia de gravar um álbum diferente de seus dois primeiros, até a evolução cênica e musical de seus shows, sua versatilidade prova a quem quiser a que ela veio. E continuará provando. É esperar para ver o novo trabalho!

Setlist

HOMEM FALOU

TA PERDOADO

MARIA DO SOCORRO

TRAJETÓRIA

O QUE É O AMOR

CRIA

RECADO

MUITO POUCO

PAGU

ENCONTROS E DESPEDIDAS

CAMINHO DAS ÁGUAS

A FESTA

CARA VALENTE

CORPITCHO

CASA DE NOCA

NUM CORPO SÓ

MALTRATAR

CONTA OUTRA

Por: Jacqueline Oliveira

Fotos: Jacqueline Oliveira – www.jacquelineoliveira.com.br




Publicações Relacionadas

1 comentário

  1. Pingback: Tweets that mention Maria Rita e a despedida de Samba Meu em Porto Alegre | POA SHOW -- Topsy.com

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *