Luan Santana: representando a renovação da música sertaneja

    
 
    No último domingo, dia 22, Porto Alegre recebeu um dos maiores fenômenos recentes da música brasileira: Luan Santana, um dos principais nomes do chamado sertanejo universitário se apresentou para um Gigantinho lotado por um público predominantemente feminino. A abertura ficou a cargo da ótima dupla Lucas e Felipe e dos DJ’s do Fat Duo, que levantaram a galera. Enquanto Lucas e Felipe optaram por incluir grandes sucessos em seu repertório, o Fat Duo ganhou a galera com sua irreverência e escracho no palco. Um bom começo para uma noite especial.

    Às 21h45 as luzes se apagaram, mas não para o show. Problemas técnicos no telão esquerdo e no próprio palco fizeram com que o espetáculo, que já estava atrasado, atrasasse mais vinte minutos. Cinco minutos depois das 22h foi anunciada a atração principal: Luan Santana.

    Para surpresa e alegria geral foi com “Meteoro da Paixão”, canção que projetou Luan ao sucesso nacional, que o cantor abriu a apresentação em Porto Alegre. O Gigantinho explodiu em um coro avassalador. No palco, a bela estrutura foi abrilhantada por bonitos efeitos pirotécnicos e por uma excelente iluminação. Na platéia, pessoas de todas as idades acompanharam o hit do começo ao fim, muitas delas às lágrimas. “Lindo demais!”, comentou Luan durante o último acorde.

    “Aqui é o Seu Lugar” e  “Digitais” também foram muito bem recebidas pelo público cativo de Luan. Em apenas três músicas, Luan passeou por diferentes estilos musicais, mostrando que rotulá-lo como “sertanejo universitário” pode não ser a forma mais adequada de referência ao seu trabalho.

    “Tudo bem com vocês? Parece que tá lotado isso aqui… Valeu! Se depender de mim, depender da banda aqui, vamos fazer de tudo pra que essa noite seja inesquecível!”, prometeu o cantor, ovacionado em agradecimento antes de outro grande sucesso: “To de Cara”.

    Luan Santana também fez referência ao Rio Grande do Sul em dois momentos marcantes da apresentação. Primeiro, disse: “Sou do Mato Grosso do Sul, cada lugar tem sua característica, mas sempre considerei o meu estado e o Rio Grande do Sul a mesma coisa: nós falamos ‘guri’, nós fazemos churrasco, nosso churrasco é muito parecido… e no nosso churrasco não pode faltar duas coisas: primeiro, moda de viola apaixonada. Segundo… a tal da ‘muié’. Se não tiver ‘muié’ não é churrasco!”

    Mais adiante, Luan volta a falar sobre nosso estado: “Sabe uma coisa que eu admiro muito aqui? Esse patriotismo de vocês. Vocês têm orgulho de dizer ‘Eu sou gaúcho’, isso é muito bonito. Inclusive o nosso tecladista aqui é gaúcho e vai fazer uma homenagem”. Foi então que o tecladista assumiu os vocais para “Querência Amada”, de Teixeirinha.

    “Quero agradecer a vocês, que formam a Família Luan Santana, que formam o maior fã clube do Brasil, que me tornaram o artista que mais vende discos no Brasil atualmente e que tornaram essa música a música mais tocada no Brasil hoje”, agradeceu Luan antes de “Você Não Sabe o Que É Amor”, uma das músicas que causaram maior impacto e histeria naquela noite.

    O repertório foi baseado, principalmente, em seu DVD ao vivo, sucesso de vendas em todo o território nacional. No entanto houve espaço para algumas surpresas, como a inclusão dos covers “Quando a Chuva Passar”, de Ivete Sangalo, uma versão semelhante à da banda Hori para “Só Você”, de Fábio Jr., “Amor Perfeito”, em versão semelhante à do Babado Novo, “Baby”, de Justin Bieber e “I’m Yours”, de Jason Mraz. A boa interpretação para estas canções comprova que a linhagem de Luan se aproxima muito mais da música pop do que do próprio sertanejo. Além destas, as backing vocals do cantor assumiram os vocais para “País Tropical”, de Jorge Ben Jor e “Na Base do Beijo”, de Ivete Sangalo. Sete covers, o que pode ser considerado um exagero para alguém que não precisa utilizar esse tipo de estratégia para agradar seu público.

    Mas o grande momento ainda estava por vir. Foi em “Vou Voar” que o cantor levou a letra mais a sério, voando por sobre a platéia com a ajuda de uma estrutura mecânica e cabos de aço. Um efeito visual muito bonito, nunca antes visto em Porto Alegre. Milhares de pessoas olhando para cima, acompanhando o vôo de um cantor foi algo realmente singular.

“Chocolate”, “Você do Meu Lado” e “A Louca” encerraram o show de exatos 90 minutos. Luan partiu para não mais voltar, deixando em suas fãs um “gostinho de quero mais”.

    Luan Santana veio a Porto Alegre e lotou o Gigantinho, local que já recebeu alguns dos maiores artistas do mundo. Provou que está em um patamar de popularidade superior, com status de popstar. Com muito carisma e desenvoltura, Luan representa a renovação da música sertaneja, hoje mais jovem e muito mais alegre.

Por: Marcel Bittencourt

Fotos: Fabiana Menine

Related posts

3 Comments

  1. Bianca Almeida

    oooiii meu gato eu te amo de mais vc não sabe o quanto as fãs tem tanto carinho por vc ainda eu quero te encontrar so te da um beijo e tirar fotos com vc
    .
    Eu Te Amuuuuuuhhhhhh d ++++!!

    bejão lindo.

    [Responder]

  2. birrara

    luan eu te adoro eu sou sua fã vc é muito especial para todos nós
    luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo, luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo, luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo, luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo, luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo, luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo, luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo, luan eu te amo,luan eu te amo,luan eu te amo…

    [Responder]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *