Noite Senhor F: Superguidis, Zava e Sociedade Bico de Luz

 
No último domingo, dia 12 de dezembro, aconteceu no Bar Opinião a primeira edição da Noite Senhor F em Porto Alegre. O projeto que tem por objetivo oportunizar apresentações com boas condições técnicas para bandas que se destacam ou desenvolvem um trabalho competente na cena underground é uma iniciativa do Senhor F, Opinião Produtora e do produtor local Brisa Daitx.

A primeira edição portoalegrense do projeto contou com as bandas Sociedade do Bico de Luz e Superguidis (ambas de Guaíba) e da caxiense Zava.

Praticamente no horário anunciado, 22h, a Sociedade do Bico de Luz sobe ao palco do Opinião. A SBL agradou com sua energia e bom humor. Com um repertório baseado principalmente em seu álbum de estréia “Doe Rock ao EMOcentro”, a banda de Guaíba fez um ótimo show para abrir a noite. Destaque para “Tenho uma banda que quer ser Strokes” (crítica ácida à cena Rock de Porto Alegre) e “O Nosso Amor é Rock”, cujo clip bastante criativo já está disponível no YouTube.

Após uma breve troca de palco a segunda banda da noite, Zava, inicia seu show. Após introdução, cai a energia do palco. Sem se deixar desanimar a banda recomeça sem grandes problemas.

Sob nítidas influências de grandes bandas do Rock Alternativo como Foo Fighters e Smashing Pumpkins, o trio caxiense também mostrou a que veio, justificando o convite. Também com repertório baseado principalmente em composições próprias o power trio da serra surpreendeu àqueles que não conheciam o trabalho da banda. Apesar da separação geográfica, a Zava fez um bom público descer a serra e conseguiu, ainda, angariar novos fãs em Porto Alegre.
 
Por fim, a banda headliner da noite, o Superguidis, sobe ao palco. A banda, também de Guaíba, passou, na última sexta, por um incidente bastante infeliz: teve todos os seus  instrumentos roubados da casa do guitarrista Lucas Pocamacha. Para a apresentação de domingo, contaram com a solidariedade de amigos que emprestaram os equipamentos necessários.
 
Com uma base de fãs não muito  grande, porém fiel e presente, a Superguidis fez uma apresentação completa, bem maior do que na abertura do show do Green Day, em Outubro.
 
Mesmo não sendo uma banda popular, o Superguidis já se encontra em um certo patamar, recebendo convites honrosos (como aconteceu recentemente com a abertura do Green Day e com a participação no festival SWU) e, principalmente, muita dedicação de seus fãs, que cantaram com a banda do início ao fim da apresentação. Também optando apenas por composições próprias o Superguidis se mostra uma banda muito forte e competente no palco. Com músicas que já são clássicos do underground, como “Malevolosidade” e “As Camisetas”, o Superguidis fez um show que agradou a todos e chamou a atenção também por peculiaridades como a estranha versão de “Stairway to Heaven” sobre o namoro do guitarrista ou pela cena bizarra do vocalista Andrio Maquenzi, cuja mão sangrava ao tocar guitarra.

Já era mais de meia-noite quando o evento se encerrou. Em mais uma noite onde boas bandas que ainda não conquistaram o reconhecimento devido mostraram todo o seu potencial, fica a certeza de que Porto Alegre conta, agora, com mais um importante espaço para a cena underground, onde a estrutura é profisisonal, a divulgação é competente, a intenção é honesta e a curadoria realmente está focada na música.

Que venham as próximas edições desse projeto tão interessante, tão inteligente e tão importante para o Rock no Rio Grande do Sul.
 
Parabéns às bandas e aos idealizadores dessa iniciativa.

Por: Fabiana Menine
 

Publicações Relacionadas

1 comentário

  1. Pingback: Tweets that mention Noite Senhor F: Superguidis, Zava e Sociedade Bico de Luz | POA SHOW -- Topsy.com

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *