Ricky Martin chega a Porto Alegre com a turnê “Música+Alma+Sexo”

 

Ricky Martin vem a Porto Alegre durante sua turnê brasileira, com o show "Musica+Alma+Sexo", nome também do mais recente álbum do cantor. A Opus Promoções, em parceria com o RBS Eventos realiza a apresentação do porto-riquenho – que fez sucesso no mundo inteiro com o hit "Maria" (1995) e, mais tarde, ao interpretar o hino da Copa do Mundo de 1998, "La Copa De La Vida" -, no dia 30 de agosto, no Ginásio Gigantinho. Antes de aterrissar na capital gaúcha o show passa também por São Paulo (dia 26 de agosto) e Rio de Janeiro (dia 27 de agosto).

 

Logo após de obter grande sucesso com a publicação de seu primeiro livro, “Yo”, que estreou entre os mais vendidos da lista do New York Times, e álbum que logo no lançamento já alcançou os primeiros lugares em vendas nos Estados Unidos, América Latina e Espanha, Ricky Martin voltou aos palcos, depois de um hiato de três anos, com a turnê “Música+Alma+Sexo”.

 

Em 25 de março, o artista iniciou sua tour mundial no país natal, Porto Rico, com quatro shows esgotados no Coliseo José Miguel Agrelot, reunindo cerca de mais de 60 mil espectadores. Martin foi ovacionado em cada uma de suas apresentações não somente pelo excelente repertório que passa por todas as etapas de sua carreira, mas também pela qualidade da produção – desde o cenário e as luzes até o figurino e a coreografia – tudo cuidadosamente projetado para apresentar ao seu público fiel o melhor show possível.

O show Música+Alma+Sexo conta com direção artística de Dago Gonzalez, visuais realizados pelo diretor Carlos Perez, direção musical de David Cabrera e figurino desenhado por Giorgio Armani.

 

BIOGRAFIA

 

Ganhador de um Grammy e múltiplos Grammys Latinos, Ricky Martin é, sem duvida, a figura mais influente da música latina ao redor do mundo. Sua disciplina, sua paixão pela música, seu vibrante e indiscutível carisma em cima do palco fazem de sua trajetória musical uma das mais admiradas de sua geração.

 

Desde muito cedo o palco se tornou cenário natural para o cantor, que fez parte do grupo fenômeno musical Menudo durante cinco anos antes de iniciar a carreira solo, em 1991. Suas duas primeiras produções logo lhe colocaram na posição de um dos melhores artistas do cenário musical em todos os países de língua hispânica, mas cabe destacar que não transcorreu muito tempo até que o mundo inteiro fosse cativado pelo magnetismo de suas apresentações.

 

Com o grande êxito de seus hits “Maria” (1995) e o mundialmente conhecido hino da Copa Mundial de Futebol de 1998 “La Copa de La Vida”, Martin se consolidou com uma super estrela mundial e, pode se dizer, líder da iminente de uma revolução cultural.

 

No dia 24 de fevereiro de 1999, Martin, em uma apresentação solo durante a 41º edição da premiação Grammy, representou o verdadeiro significado de “roubar o show”. Ele não só impactou a audiência americana como também os colegas do meio musical que presenciavam a cerimônia. The New York Times descreveu a memorável apresentação como “uma chama que acendeu o mundo da música pop” e estabeleceu Martin como “o símbolo da nova corrente cultural Latina nos Estados Unidos”.

 

Reconhecido como “um ícone internacional e embaixador global da música Latina” pela revista Billboard e honrado pela Academia Latina das Ciências e Artes da Gravação (Laras) como “Personalidade do Ano 2006”, Ricky Martin já vendeu mais de 60 milhões de discos até o momento, e continua esgotando estádios e arenas ao redor do mundo. Durante duas décadas de trajetória, Martin já recebeu numerosos prêmios tanto por seus ganhos na carreira musical como por seu trabalho humanitário.

 

Sua paixão pela música é tão essencial quanto é a sua dedicação às diversas causas filantrópicas, através da Fundação Ricky Martin, com a qual defende o bem-estar de crianças em todo o mundo em áreas críticas, tais como a justiça social, educação e saúde.  Entre seus esforços, estão a apresentação sobre o problema do tráfico de crianças ao Comitê Internacional de Direitos Humanos da Câmara de Representantes dos Estados Unidos, seu papel como Embaixador Global da UNICEF, a aliança com Bill Gates e a Corporação Microsoft para o desenvolvimento do programa Navega Protegido, que oferece ferramentas úteis para prevenir crimes cibernéticos tais como a pornografia e roubo de identidade bem como visitas a vários centros internacionais para as crianças vítimas de tráfico.

 

Recentemente, a Fundação Ricky Martin reforçou sua aliança com Habitat For Humanity, ao se transformar em sócio principal na reconstrução de casas no Haiti e Chile, países afetados por devastadores terremotos.

 

Em 2008 se dedica a escrever suas memórias e a compor para sua próxima produção discográfica. Em novembro de 2010, Martin publica seu livro, “Yo”, em que relaciona sua jornada pessoal, espiritual e inspiradora. Publicado em cinco idiomas, a publicação estreou na posição de nº 5 da famosa lista de Bestsellers do The New York Times, marcando mais uma conquista na trajetória do artista.

 

Simultaneamente, “Lo Mejor De Mi Vida Eres Tú”, o primeiro single de seu mais recente disco, Música+Alma+Sexo, conquistou o topo das paradas em vários países, incluindo o nº 1 da lista Latin Pop Song, da Billboard. O 12º álbum de estúdio do cantor foi produzido pelo reconhecido Desmond Child, que já trabalhou com artistas como Cher, Aerosmith e Bon Jovi, entre outros.

 

DISCOGRAFIA

 

Desde que começou sua vida artística, Ricky Martin sempre entendeu que nesta área, assim como em qualquer outra, a evolução nunca termina. Por isso, nutriu seu espírito criativo admirando a diversidade dos gêneros. Saber que a música é infinita, o fez ser artista. E desta forma transformou sua voz em veículo de expressão. Com perseverança e árduo trabalho, abriu caminho como solista. Hoje, quase duas décadas mais tarde, já vendeu mais de 60 milhões de álbuns.

 

“Ricky Martin”

Em 1991 lançou seu primeiro disco, “Ricky Martin”, que foi caracterizado importante referência da música Latina. Sucessos como “El Amor de Mi Vida”, “Fuego Contra Fuego” e “Dime Que Me Quieres” captaram a atenção dos melhores críticos. Foi o primeiro sabor de uma música com traços de caráter mundial.

 

“Me Amarás”

Foi com essa visão global e da mão do famoso produtor Juan Carlos Calderón que produziu seu segundo disco “Me Amarás”, que o levou novamente a visitar todos os rincões da América Latina em uma segunda turnê. Destacaram as canções “Entre El Amor y Los Halagos”, “Que Día És Hoy” e “Me Amarás”.

 

“A Medio Vivir”

Em 1995, une esforços com o compositor e intérprete Robi Draco Rosa e o produtor K.C. Porter para criar seu terceiro álbum: “A Medio Vivir”. Seu single “María” e as baladas “Te Extraño, Te Olvido, Te Amo”, “Fuego de Noche, Nieve de Día” e “Volverás” se transformaram nas favoritas do repertório do artista porto-riquenho. O álbum, sem dúvidas, pavimentou o caminho para seu sucesso internacional.

 

Nesta época, Ricky interpreta “Maria” na aclamada obra “Les Miserables” na Broadway, cuja venda ficou esgotada por onze semanas. Por sua exemplar atuação Ricky recebeu elogios da crítica especializada.

 

“Vuelve”

Em 1998 produziu seu 4º álbum: “Vuelve”. Este disco o transformou no melhor intérprete de um novo vocabulário para o Pop mundial. Desse disco nasce o hit “La Copa de La Vida”, tema da Copa Mundial da França 98 e posição número 1 das listas de sucessos em mais de 60 países. Entre suas outras famosas canções estão: “Perdido Sin Ti”, “Vuelve” e “La Bomba”.

 

GRAMMY                                                                                                                           

Na premiação Grammy de 1998, bastou ligar o televisor e ver o show explosivo de Ricky para entender porquê o público anglo-americano o nomeou exponente máximo do crossover. O jornal The New York Times publicou “Ricky não atravessou em direção ao mercado anglo-americano, mas sim foi o público anglo-americano que se deu conta de que se estava perdendo um artista com uma trajetória musical muito original”. Nessa mesma noite, o porto-riquenho ganhou o prêmio “Melhor Performance Pop Latina” por seu disco “Vuelve”.

 

“Ricky Martin” (primeiro em inglês)

Com sua carreira estabelecida, em 1999 o artista lançou seu primeiro disco em inglês, intitulado “Ricky Martin”. Seu hit “Livin' La vida Loca” revolucionou a música global. Vendeu mais de 17 milhões e o levou a fazer uma turnê sem precedentes: 250 shows em 35 países e 80 cidades.

 

“Sound Loaded”

Para seu segundo disco em ingles, o músico trabalhou novamente com o produtor Desmond Child e alcançaram uma obra ainda maior: Sound Loaded. O hit “She Bangs”, “Nobody Wants to be Lonely” com Christina Aguilera e “Loaded”, correram o mundo.

 

“Almas del Silencio”

Em 2003, fiel ao seu sangue latino, gravou “Almas del Silencio”, produção em que trabalhou com amigos compositores e músicos em homenagem à riqueza hispanica. O álbum alcançou a posição numero 1 nas paradas da revista Billboard nos Estados Unidos. Entre seus sucessos se destacam “Tal Vez”, “Jaleo” e “Todo Queda en Nada”.

 

“Life”

Com a produção “Life”, reflexo de sua riqueza espiritual e de sua expansão no palco, Ricky Martin levou sua arte pelo mundo. “Una Noche com Ricky Martin – One Night Only” foi o nome da turnê internacional em que interpretou os sucessos  “Drop it On Me”, “Que Más Da” e “Déjate Llevar” na América Latina, Europa, Oriente Médio e Estados Unidos.

 

“Ricky Martin: MTV Unplugged”

No outono de 2006, Martin lançou seu esperado álbum acústico. Com o formato tradicional da MTV, Ricky Martin: MTV Unplugged conta com uma orquestração exuberante e arranjos fascinantes, enquanto captura a contagiante energía de Martin. Com uma nova abordagem a muitos sucessos do cantor mais uma seleção de novas canções que realçam suas raízes porto-riquenhas, o Unplugged rapidamente alcançou a liderança nas listas tanto de discos do ano como a de singles do iTunes, onde Ricky Martin: MTV Unplugged foi “o disco mais baixado” na popular loja virtual, enquanto que o primeiro single “Tu Recuerdo” foi o mais baixado do ano. Doze meses depois, seus colegas de música reconheceram tanto o álbum como o single na premiação Grammy Latina.

 

“Ricky Martin Live – Black & White Tour” CD/DVD

 Lançado em novembro de 2007, “Ricky Martin Live – Black & White Tour” CD/DVD, foi gravado e filmado durante os seis concertos históricos realizados no Coliseo José Miguel Agrelot em Porto Rico. Enquanto Martin enchia completamente estádios e arenas ao redor do mundo, sua turnê alcançou a posição nº1 em “boxscore” da Billboard, lista que inclui os concertos com maior venda de ingressos. A edição especial demonstrou porquê o jornal Miami Herald publicou que “com a casa cheia (Martin) demonstrou que aprofundou e consolidou sua arte… ele oferece um show incrível” e o Chicago Sun- Times disse: “(Ricky Martin) segue sendo um showman natural… Martin saiu com toda o vigor e raramente o deixou escapar”.

 

“17”

Em novembro de 2008, Sony Music lançou o especial “17” CD+DVD, uma coleção de 17 canções e 17 videos que representam os 17 anos de sucessos. A s canções, selecionadas pelo próprio Ricky, são as favoritas de seus fãs.

 

PRÊMIOS

Em quase duas décadas de trajetória, Ricky recebeu diversos prêmios. Entre eles se destaca o reconhecido prêmio de “Personalidade do Ano 2006” que lhe foi concedido pela Academia Latina das Ciências e Artes da Gravação (Laras) – organização encarregada dos Grammys Latinos – por sua excelência artística e trabalho filantrópico. Outros prêmios incluem: Grammy, 3 prêmios Grammy Latino, TV Asia Awards, MTV European Music Award, World Music Award American Music Award, Premio Lo Nuestro, Latin Billboard Award, Premios Alma e Blockbuster Awards, entre outros.

 

HUMANISMO

Convencido de que o músico e o humanista se fortalecem, Ricky continua seu caminho como filántropo e equilibra sua agenda para prover justiça, educação e proteção as crianças ao redor do mundo. A luta pelos direitos das crianças é o objetivo pessoal do artista – A Fundação Ricky Martin (http://www.rickymartinmusic.com / www.rickymartinfoundation.org)

 

SERVIÇO

RICKY MARTIN em “MUSICA+ALMA+SEXO”

Dia 30 de agosto

Terça-feira, às 21h

Ginásio Gigantinho (Av. Padre Cacique, 891)

 

Duração: aproximadamente 2h

Classificação: 12 anos

 

Pré-venda para membros do Fã-Clube Oficial: sábado, 2 de julho

Início de vendas: segunda-feira, 4 de julho

 

Ingressos promocionais

Arquibancada/Pista – 1º lote – Portão 3 e 5

R$ 100,00

Arquibancada/Pista – 2º lote – Portão 3 e 5

R$ 120,00

 

Ingressos

Arquibancada/Pista – Portão 3 e 5

R$ 130,00

Cadeira Numerada – Portão 1

R$ 280,00

Pista Vip / 80 Por hora – Portão 5

R$ 300,00

Pista Vip / Discorama – Portão 3

R$ 300,00

Espaço Gourmet – Portão 1

R$ 400,00

 

Desconto de 50% para titulares do cartão Clube do Assinante Zero Hora para os primeiros 200 ingressos de Arquibancada/Pista, válido somente na compra pela Telentrega Ingresso Show;

Desconto de 10% somente para titulares do cartão Clube do Assinante Zero Hora nos demais ingressos;

Desconto de 10% somente para titulares do cartão Clube Premier Bourbon;

*Descontos não cumulativos e válidos apenas em cima do valor integral do ingresso, não são praticados nos valores promocionais;

 

Ponto de vendas:

Telentrega Ingresso Show 8401-0555 ou 3299-0800 (segunda a sexta das 9h às 19h)

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country (segunda a sábado das 14h às 22h e domingo das 14h às 20h)

 

Promoção: Clube do Assinante Zero Hora e Rádio Atlântida

Realização: Opus Promoções e RBS Eventos

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *