Velhas Virgens lançando DVD ao Vivo

Noite de quinta-feira e o Opinião recebe mais uma vez a banda das Velhas Virgens, que comemora em 2011 25 anos de Rock and Roll. A maior banda independente do Brasil, como, com justiça, se autodenominam, fez uma apresentação recheada de diversão e, é claro, muita cerveja.  A abertura ficou por conta das bandas Bluecets, que lançou EP naquela noite e agradou com seu blues cervejeiro, especialmente com a divertida canção “Aí Não Dá, Né?”, e Tia Silas, que levantou o público com músicas próprias e versões para clássicos do Rock brasileiro. Um excelente esquentar de motores para o que viria a seguir.    Com o palco montado tal qual foi feito na gravação do DVD, em MESDODVD, o show começa com o clima intimista proporcionado pelo cenário que lembra uma cidade à noite. O trecho acústico que abriu a apresentação na noite da gravação foi, igualmente, executado no show de lançamento.  Destaque no trecho acústico para “Gim no Pingado” e “Essa Tal de Tequila”
    Com outro cenário e outro clima, a banda retorna para o set elétrico com “Eu Toco Rock and Roll”. A partir dali, uma série de clássicos balançou o Opinião até altas horas:  “Só Pra Te Comer”, “A Mulher do Diabo”, “Sr. Suce$$o” ”Uns Drinks” e “Beijos de Corpo” e “Siririca Baby” foram cantadas do início ao fim pelo público presente.

    Os discursos inflamados de Paulão também marcaram presença na quinta-feira: o divertido discurso sobre o ano de 86, conforme foi feito na gravação, lembrou as figuras clássicas de Ramón Valdez (o Seu Madruga) e Mussum, sem deixar de espinafrar os políticos da época (que permanecem até hoje). Paulão também falou a respeito da participação no festival Lollapalooza e do episódio envolvendo o músico Lobão (que postou depoimento alegando suas razões para a recusa do convite). Em bom português, Paulão disse:  respeitar Lobão e a sua opinião, mas que ele fosse se…

    No entanto, não tinha como ser diferente, os dois maiores clássicos “Abre Essas Pernas” e “B.U.C.E.T.A.” responderam, como era previsível, pelos pontos altos da apresentação da banda paulista. Para encerrar, “Hino dos Solteiros”, única das clássicas machas de carnaval das Velhas Virgens a constar no repertório da noite.
    Rock and Roll, cerveja e muita diversão. Essa á a fórmula das Velhas Virgens. Uma fórmula simples, honesta e que vem dando certo há 25 anos.

Por: João Pedro da Conceição

Publicações Relacionadas

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *