Entrevista: Epica

 

No próximo dia 30, Porto Alegre receberá novamente os holandeses do Epica. A banda, referência em seu estilo, vem ao Brasil para três apresentações (além de Porto Alegre, o Epica se apresenta, ainda, em São Paulo e no Rio de Janeiro). No começo desta semana o tecladista Coen Janssen concedeu entrevista exclusiva ao POA Show, falando sobre o atual momento da banda, música, Heavy Metal e também sobre o último show em Porto Alegre.

POA Show – Olá Coen. Primeiramente, obrigado pela entrevista. É muito importante para nós.

Coen Janssen – De nada. Obrigado a vocês.

POA Show – O Epica vem ao Brasil promovendo seu novo álbum. Como foi o processo de produção de "Requiem For The Indifferent"?

Coen Janssen – Nada muito diferente dos álbuns anteriores. Nós usualmente escrevemos todo o material em casa e então construímos as canções coletivamente a partir disso. Utilizamos o mesmo estúdio (Gate Studio) e a mesma equipe (de Sascha Paeth), então, exceto por conta das músicas não foi nada muito diferente.

POA Show – A capa de de "Requiem For The Indifferent" é incrível. De quem é o conceito e a arte?

Coen Janssen – A idéia é baseada na idéia geral do álbum. O conceito foi desenvolvido por Simone e Heile (nosso artista responsável pelo design). O trabalho dele pode ser visto em www.heilemania.de

POA Show –  Até a data desta entrevista o site oficial apresentava 48 shows agendados apenas para este ano. É uma rotina de muitos shows para uma banda de Heavy Metal. Como vocês se sentem a respeito desse sucesso?

Coen Janssen – É ótimo poder fazer vários shows ao redor do mundo. E hoje em dia, como banda, você precisa viajar muito para conseguir fazer algum dinheiro, pois existe muito download e não há mais muito dinheiro entrando por conta das vendas dos álbuns. Temos sorte em ainda estarmos em  turnê pelo mundo e, ao mesmo tempo, nos divertindo.

POA Show –  Muitos músicos vão aos shows do Epica, esperando viver a experiência de assistir ao vivo uma grande banda de Metal. Porém, viver em uma banda de Metal é, para eles, um sonho e não uma realidade. Como é o dia-a-dia do Epica? Vocês vivem o Epica em tempo integral ou há outras atividades na vida de cada um?

Coen Janssen – Você se cansa de qualquer coisa em algum momento. Claro que é maravilhoso poder ver o mundo, conhecer pessoas em qualquer lugar e, ao mesmo tempo, tocar sua música. Mas, claro, é sempre bom voltar para casa. A maioria de nós não tem empregos fora da banda, pois o Epica toma mais tempo do que estes trabalhos. Fora do Epica passo a maior parte do tempo com a minha filha.

POA Show – Qual o significado da música, e especialmente do Heavy Metal, para o Epica e seus músicos?

Coen Janssen – A música é tudo. É o que nos faz fazer o que fazemos. Paga nossas contas e nos dá energia para continuar. O Heavy Metal é a música que todos gostamos mais, porém além dele existem vários estilos que gostamos de ouvir e tocar.

POA Show – Vocês tocaram em Porto Alegre em 2010. Vocês tem memórias daquela noite? Quais?

Coen Janssen – Foi o primeiro show da turnê latino-americana, naquela turnê que foi muito particular. Eu me lembro bem porque é sempre ótimo voltar a esta parte do mundo depois de excursionar pela Europa ou Estados Unidos. As pessoas se entusiasmam muito mais, o que torna tocar aqui algo muito especial. Acho que farreamos muito naquela noite.

POA Show – Por favor, deixe uma mensagem para os fãs de Porto Alegre, convidando para o show do dia 30.

Coen Janssen – Queridos fãs! Nós amamos vocês e esperamos ver vocês todos em nosso show em Porto Alegre. Daremos a vocês o melhor show do Epica que vocês já viram!!!!

Publicações Relacionadas

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *