Maná: noite de celebração em Porto Alegre.

Noite de quinta-feira, véspera de feriado, e o Pepsi On Stage recebe a maior banda latina da atualidade: os mexicanos do Maná retornaram à capital gaúcha para uma noite que vai ficar na memoria e no coração dos fãs. Pela segunda vez em Porto Alegre, Fher Olvera (vocal), Sergio Vallin (guitarra), Juan Calleros (baixo) e Alex González (bateria) foram responsáveis por um excelente show, parte da turnê de divulgação de seu mais recente álbum “Drama y Luz”, de 2011.

   Com pouco mais de 30 minutos de atraso em relação ao horário anunciado, a maior banda latina da atualidade subiu ao palco com “Oye Mi Amor”, que de cara conquistou todos os presentes. O público, predominantemente feminino, foi à loucura com o hit, e também com “Déjame Entrar” e “Dos Pies a Cabeza”, que vieram em seguida.

    A partir de então, o que se viu foi uma apresentação tecnicamente perfeita, com quatro músicos executando suas canções de forma fantástica. Sem deixar nada a desejar para seus discos e também se valendo do carisma e da paixão de seu público, até os solos de guitarra e de bateria receberam fervorosos aplausos, não apenas dos músicos em meio à plateia.

    Um vídeo do vocalista Fher falando sobre temas atuais como o efeito do homem na natureza e as preocupações geradas por isso introduziu o set acústico: antes de qualquer canção, a banda chama uma fã ao palco: Ela podia não saber as letras de cor, mas estava visivelmente emocionada pelo momento especial. Neste formato, a banda executou versões (nem todas em sua totalidade)  de  “Cachito”, “Cuando Los Angeles Lloran”, “Se Me Olvidó Otra Vez” e “Bendita tu Luz”. “Vivir Sin Aire”, uma das canções mais emblemáticas do Maná, antecedeu “El Muelle de San Blas” e “Rayando El Sol” que serviram para encerrar a primeira etapa da apresentação. Como era de se esperar, alguns minutos de intervalo e sob fortes pedidos, a banda retorna para alegria dos fãs. Vestindo uma camiseta da seleção brasileira de futebol, Fehr dá inicio a “Labios Compartidos”, que emocionou a todos. Para finalizar, “Corazon Espinado”, parceria de Fehr com Carlos Santana, encerrou a noite de festa no Pepsi On Stage.   

    Impressionando pela estrutura, que contou com telões de alta definição, além de ótimos luz e som, a apresentação da banda mexicana foi impecável em sua totalidade. Enfim, a banda deu a seu público aquilo que ele esperava: uma coleção de sucessos e uma noite de celebração em Porto Alegre.

Por: Marel Bittencourt

Fotos: Fabiana Menine

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *