Creed: Recebido de braços abertos pelo público em Porto Alegre.

Em mais um show internacional deste tão farto novembro em Porto Alegre, a banda norte-americana Creed desembarcou em Porto Alegre para mais um show da turnê que promove seu mais recente álbum, “Full Circle”, de 2009. Com a atenção de Myles Kennedy voltada para seu trabalho ao lado do guitarrista Slash, o que imobilizou o Alter Bridge, além do insucesso comercial da carreira solo de Scott Stapp, foi mais do que oportuno um retorno do Creed, banda que lançou ao sucesso, além do vocalista Scott Stapp, Mark Tremonti (guitarra), Brian Marshall (baixo) e Scott Phillips (bateria). Estes, acompanhados do guitarrista Eric Friedman, proporcionaram um grande espetáculo aos saudosos fãs do Creed na noite do dia 26 de Novembro, no Pepsi On Stage.

Quando o relógio marcava 21h30 o Creed sobe ao palco com “Are You Ready?”, do álbum “Human Clay”. Logo na primeira canção ficou claro que o público estava diante de uma banda em excelente forma, digna de seus melhores dias. Na sequencia “Torn” e “What If” mantiveram a pegada mais pesada do show. A partir dali o que se viu foi uma série de músicas que passaram longe dos playlists das grandes rádios, mas que formaram a verdadeira identidade musical da banda. 

O álbum Human Clay (dono dos maiores sucessos) foi o grande privilegiado da noite, com nada menos que oito canções, seguido pelo debut “My Own Prison”, com cinco. A grande surpresa ficou por conta de “Full Circle”, que marcou presença apenas com “A Thousand Faces”. Após “One” e “Higher” a banda deixa o palco para o tradicional intervalo antes do bis. No entanto, para delírio dos fãs, a escolha não poderia ter sido melhor. Os três maiores hits do Creed, em sequencia, foram cantados em coro, a plenos pulmões, pelo público que compareceu ao Pepsi On Stage: “With Arms Wide Open”, “One Last Breath” e “My Sacrifice” encerraram a noite em grande estilo.

Apesar do público reduzido, pouco mais de três mil pessoas, os fãs do Creed proporcionaram um show a parte com sua participação fervorosa, especialmente nos maiores hits radiofônicos. Deixando o Pepsi On Stage com a certeza de terem presenciado uma apresentação especial dos quatro americanos que fizeram história na primeira década deste século, não apenas nos Estados Unidos, mas no mundo inteiro.

Por: Marcel Bittencourt

Fotos: Fabiana Menine

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *