Noite Senhor F: Zudizilla, Erick Endres e Os The Darma Lóvers


    Noite de domingo e o Opinião recebe a primeira Noite Senhor F de 2014. O projeto, que inicia seu quarto ano em Porto Alegre, reuniu no último domingo, dia 23 de maio, três artistas de estilos bastante distintos: o rapper Zudizilla, a revelação do rock porto-alegrense Erick Endres e os veteranos do Os The Darma Lóvers. Apesar da ausência de público, a qualidade marcou presença. 
    Pouco depois das 21h20 o rapper pelotense Zudizilla fez uma apresentação bastante singular: acompanhado de DJ Micha e Pok Sombra, foram poucas canções de seu trabalho solo. Não demorou para que o palco fosse tomado pelos companheiros de estrada do Organização Celestial (O.C.L.A.). Tamanha foi a interação, não era mais possível discernir se tratava-se de um show do rapper ou do grupo. No entanto, ficou claro o entrosamento entre as duas propostas e, ao final, o que se pode apreciar foi um excelente início dos trabalhos.
    Dono de um estrondoso hype na cidade, o guitarrista Erick Endres (filho de Fredi e sobrinho de Nando, da Comunidade Nin-Jitsu), era a grande expectativa da noite. Tendo gravado um álbum em casa aos 16 anos de idade e recebendo elogiosas resenhas na imprensa especializada, era nítida a expectativa pelo show de Erick. Sempre que alguém desponta como uma promessa acaba gerando a dúvida: este trabalho se sustentará no palco?
    Pois bem. A dúvida foi dilacerada logo na primeira canção do set, “The Stork”. Acompanhado do pai, Fredi, no baixo e Pedro Petracco na bateria, o power trio mostrou que Erick é, além de ótimo guitarrista, um compositor talentoso e dono de uma personalidade vocal interessante. Erick não é mais uma promessa, é um artista completo. Se não deixar que o hype lhe suba à cabeça, tem tudo para se tornar uma referência não apenas no estado, mas no Brasil. Com um repertório de cerca de 30 minutos, deixou a sensação de show curto, mas excelente. 
    Pouco depois das 23h subiu ao palco a atração de fundo, Os The Darma Lóvers. Com mais de 15 anos de carreira, o grupo capitaneado por Nenung e Irinia fez um show impecável, porém para poucos privilegiados. Eram menos de 40 os espectadores que acompanharam a banda. A banda, no entanto, não se intimidou e foi brilhante no palco. Entre os destaques, a belíssima “Toda Verdade” e “Senhor da Dança”, que fechou com chave de ouro a apresentação. 
    Mais uma vez, a Noite Senhor F cumpriu com louvor sua função de apresentar ao público porto-alegrense o que há de bom sendo feito na música local. Igualmente, de forma esperançosa, seguimos aguardando o dia em que o público descobrirá esse oásis. 

 

Publicações Relacionadas

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *