Thiago Gagliasso se solidariza com filhos do irmão após ataque racista

O ator Thiago Gagliasso, de 33 anos, deixou as brigas com o irmão Bruno Gagliasso de lado e publicou vídeo, na tarde de hoje, se solidarizando com a de uma mulher branca, ontem, em um restaurante, em Portugal.

Por meio do Instagram, o apoiador do presidente (PL), que esteve presente em motociata hoje em prol do presidenciável, desejou força para Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso para superar o momento delicado.

Relacionadas

Fala, galera. Muitas pessoas têm me enviado o vídeo lamentável do episódio de racismo envolvendo os meus sobrinhos. Tô passando aqui para me solidarizar com meu irmão, dar muita força para a família, independente de qualquer coisa, de polícia ideológica, a gente é irmão, somos uma família e pode ter certeza que também dói aqui dentro. Eu tive há pouco tempo com esses moleques, tanto a Titi quanto o Bless, duas crianças maravilhosas, que pelo menos a gente consegue manter distantes dessa briga, desse momento conturbado que a gente vem passando. Papai do céu lá de cima sabe das coisas.Thiago Gagliasso

, ele não deixou de parabenizar a cunhada pela atitude de enfrentar a agressora responsável pelos ataques racista contra Titi e Bless.

Independente de qualquer coisa, estou passando aqui para me solidarizar de coração mesmo e dar toda a força do mundo. Quero parabenizar a minha cunhada pela atitude que ela teve. Eu, certamente, teria feito muito pior porque eu não imagino a raiva e o ódio que deve ter passado no coração dela. É isso. Independente de qualquer questão política ideológica, eu sei o que aconteceu e dou toda força do mundo ao meu irmão, a minha cunhada e a minha família porque eu sei o quanto estão sofrendo.Thiago Gagliasso

“Tô passando aqui para fazer esse desabafo com vocês porque eu sei que muita gente comenta e espera de mim uma resposta. Minha resposta é muita força pra eles. Que Deus ilumine e que isso seja superado o mais rápido possível e um basta pelo amor de Deus”, finalizou.

Entenda

Lucas Pasin, colunista de Splash, apurou que, branca após ataque racista contra os filhos Titi e Bless. Nas imagens que circulam nas redes sociais, é possível ouvir a atriz dizendo que a agressora merece “socos e porradas”.

As imagens foram gravadas logo após a artista ter dado os tapas na mulher e, portanto, esse momento não foi registrado, assim como as ofensas que teriam sido proferidas às crianças, de 9 e 7 anos. Os dois nasceram no Malawi.

Bruno Gagliasso chamou a polícia local enquanto Giovanna enfrentava a mulher, que ainda não teve o nome nem a nacionalidade divulgados. Ela foi detida pela polícia na sequência. Splash teve acesso ao vídeo com exclusividade, em que policiais conduzem a mulher, acompanhados por Gagliasso.

Segundo o jornal português Público, .

De acordo com a publicação, a Divisão de Comunicação e Relações Públicas da GNR (Guarda Nacional Republicana) confirmou também que existem testemunhas que atestam os insultos denunciados pelos atores. O jornal não informa se a suspeita pagou alguma fiança.

Conforme o código penal português, quem “difamar, injuriar ou ameaçar pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça” pode receber pena de prisão de seis meses a cinco anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *