Will Smith se desculpa por tapa em Chris Rock no Oscar 2022

Will Smith, 53 anos, apareceu pela primeira vez na frente das câmeras após a cerimônia do Oscar 2022, onde deu um tapa no comediante Chris Rock, 57, após uma piada sobre sua esposa, Jada Pinkett Smith, 50.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, Will comentou sobre o tempo que ficou sem se pronunciar sobre o assunto: “Passou um tempo… nos últimos meses, eu pensei muito e trabalhei muito em mim mesmo. Vocês fizeram muitas perguntas justas que eu queria tirar um tempo para responder”, disse ele, no início do vídeo. Will, já nos primeiros minutos, se desculpa com Chris: “Falo diretamente a você, Chris. Peço desculpas a você. Meu comportamento foi inaceitável e estou aqui se estiver pronto para conversar”.

Ele ainda ressalta que não se desculpou com o comediante em seu discurso de agradecimento pois “estava tudo confuso naquele momento”. “Eu tentei contato, mas a mensagem que me veio é a de que ele não está pronto para conversar. Quando ele estiver, ele virá falar comigo”, afirmou.

Relacionadas

O ator também se desculpou com a mãe de Chris. “Eu vi uma entrevista da mãe dele e essa foi uma das coisas daquele momento, eu não estava pensando. Eu não percebi quantas pessoas se machucaram com aquele momento”, continuou Will, pedindo desculpas à família do comediante.

“Passei os últimos três meses revendo e entendendo as nuances e complexidades do que aconteceu naquele momento. Não vou tentar falar sobre tudo isso agora, mas posso dizer a todos vocês que não existe nenhuma parte de mim que acha que aquele foi o jeito certo de me comportar naquele momento. Não existe nenhuma parte de mim que acha que aquele foi o melhor jeito para lidar com os sentimentos de desrespeito ou insulto”, disse o ator, reiterando que Jada não disse a ele para fazer nada após a piada de Chris na premiação. “Fiz uma escolha própria, baseado na minha experiência e na minha história com Chris”.

Will continuou pedindo desculpas a sua esposa e à sua família pelo “furor que causou a todos”. “Eu ganhei porque meus companheiros votaram em mim, e quebra meu coração saber que eu roubei e manchei o momento de vocês. Ainda posso ver os olhos de Quest Love, isso aconteceu no momento do prêmio do Quest Love. ‘Me desculpe’ realmente não é suficiente”, disse o ator.

“Desapontar pessoas é meu maior trauma. Eu odeio quando decepciono as pessoas. Então me dói emocional e psicologicamente por saber que não me portei de acordo com a imagem que as pessoas tinham de mim. O trabalho que estou tentando fazer é… tenho um profundo remorso e estou tentando ter remorso sem ter vergonha de mim mesmo. Sou humano e cometi um erro e estou tentando não pensar em mim como um pedaço de m*rda. Eu sei que foi confuso e chocante, mas prometo que estou devotado e comprometido a colocar luz, amor e alegria no mundo. Se você ficar aqui, prometo que poderemos ser amigos novamente”, finalizou.

O tapa

Will subiu no palco durante a após uma piada de Chris Rock. Ele citou o “GI Jane” e disse que Jade poderia fazer uma segunda edição do filme já que Demi Moore raspou o cabelo para o papel. Smith não gostou por Jada ter alopecia, uma condição que leva a queda capilar.

“Mantenha o nome da minha esposa fora da p*** da sua boca”, afirmou Smith logo após a agressão. D

Dias depois, Will, que havia anunciado a saída da Academia, . O ator chegou a pedir desculpas antes de receber a punição.

Por que a piada de Chris Rock foi ofensiva?

Em sua piada, Chris Rock comparou à personagem de Demi Moore em “Até o Limite da Honra”, porque as duas têm a cabeça raspada. Jada sofre de , condição que causa queda capilar. , após anos escondendo as falhas com lenços e turbantes.

Em seu pedido de desculpas, Will Smith afirma: “Piadas sobre mim são parte do trabalho, mas uma piada sobre a condição médica de Jada foi demais para mim, e eu reagi emocionalmente”.

Essa não foi a primeira vez que Jada foi alvo de piadas ofensivas de Chris Rock: no Oscar de 2016, ele foi apresentador da cerimônia e ela foi um dos artistas que boicotaram a premiação em protesto contra a falta de diversidade na Academia.

Em seu monólogo, ele a citou: “Ela não é da televisão? Jada boicotar o Oscar é como eu boicotar a calcinha da Rihanna. Eu não fui convidado”, disse o comediante, que também já se envolveu em polêmicas por piadas com outras pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *