Protagonista de filme britânico lançado no FestincineJP destaca papel de refugiados no longa

“O último Pub” vai ser lançado em João Pessoa – Foto: Divulgação. Gustavo Demétrio

O ator britânico, Dave Turner, protagonista do filme “O Último Pub”, que será lançado em João Pessoa durante o Festival Internacional de Cinema da capital paraibana (FestincineJP), ressaltou a importância da produção, que segundo ele, foi feita por refugiados sírios que vieram da guerra no país no oriente médio para a Inglaterra. Ele concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira (30).

Em ‘O Último Pub’, Dave Turner interpreta TJ Ballantyne, um dono de pub da cidade de Blaydon, que luta para manter o local em funcionamento. Em uma amizade improvável, TJ conhece a jovem síria Yara (Ebla Mari). O filme internacional estreia nos cinemas em 8 de agosto.

O ator explicou que produção discute a dificuldade dos refugiados sírios na Inglaterra e tem um caráter muito importante, pois é composto por atores que vieram do país que está em guerra civil desde 2011. Conflito já matou mais de 400 mil pessoas, segundo as Organizações das Nações Unidas (ONU).

“O filme foi feito por pessoas que são de fato refugiadas sírias, isso traz essa importância do filme, porque teve boas-vindas da comunidade síria, que foram colocadas pelo governo em locais como no noroeste da Inglaterra, onde as casas eram muito baratas. Essas pessoas são ouvidas nesse filme e isso é muito dramático, porque são pessoas que às vezes foram torturadas, atingidas por essa crise”, disse o ator.

Dave Turner tem no filme seu primeiro grande trabalho. Antes o ator trabalhava como Bombeiro na Inglaterra e ficou na profissão durante 30 anos, até conversar com o diretor e roteirista do longa-metragem, Ken Loach.

Dave recebeu um telefonema de Ken em 2021 e o ofereceram-no o papel principal de ‘O Último Pub’. O longa teve grande repercussão no Festival de Cannes, no ano passado, e foi anunciado como o filme de despedida do diretor Ken Loach.

O diretor britânico Ken Loach, de 87 anos, foi vencedor do Palma de Ouro em 2016, com o filme ‘Eu, Daniel Blake’.

Lançamento do filme

Durante uma semana inteira, João Pessoa se transforma na ´Capital do Audiovisual’, com sessões de filmes gratuitas para a população e ações para fortalecer o mercado audiovisual de todo o país. Isto é o que oferece o Segundo Festival Internacional de Cinema de João Pessoa (FestincineJP), que começa no próximo dia 26 e vai até primeiro de junho.

O FestincineJP vai exibir mais de 40 filmes, entre produções paraibanas, nacionais e internacionais. As sessões acontecem no Centerplex, no Mag Shopping, e os ingressos estão disponíveis 30 minutos antes das exibições.

Sem categoria