Agência Minas Gerais | Copasa mobiliza estudantes em defesa do meio ambiente no Alto Paranaíba e no Triângulo

Com o objetivo de estimular a conservação dos recursos naturais e comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado nesta quarta-feira (5/6), a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) está promovendo diversas atividades e apoiando ações alusivas à data nas regiões do Alto Parnaíba e do Triângulo Mineiro.

Nesta quarta-feira (5/6), alunos da Escola Municipal Nossa Senhora das Graças, em Santa Vitória, participaram da Feira Verde, atividade na qual as crianças e adolescentes trocaram mudas de árvores frutíferas entre si e plantaram no quintal da instituição de ensino. As ações são parte do Programa Chuá da Copasa, que visa à educação sanitária e ambiental, e contam com o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura, Abastecimento e Pecuária, que doou as mudas à escola.

Também nesta quarta-feira, estudantes da Escola Municipal Professora Maria José Dutra, de São Gonçalo do Abaeté, conheceram a Estação de Tratamento de Água (ETA) da Copasa na cidade e aprenderam sobre a estreita relação entre a água e a vida.

Na quinta-feira (6/6), os alunos participarão do “Você Repórter”, exercício no qual as crianças escreverão redações com o tema “tudo que leva impacto ambiental no trajeto de casa até a escola”. Na sequência, ocorrerá a entrega do “Selo Chuá”, uma certificação que a consagra “Escola Amiga da Copasa”.

O diretor de meio ambiente da Copasa, Mariozan de Freitas, explica que essas atividades mostram o comprometimento do Estado para com as crianças e com o futuro. “É importante para despertar nos estudantes a consciência ambiental. E isso é algo que vai muito além do Dia Mundial do Meio Ambiente. É algo que eles levam para a vida, por isso apoiamos o Programa Chuá e buscamos trabalhar a pauta o ano inteiro no município”, diz Mariozan.

Na quinta, estudantes da Escola Estadual Antero Magalhães de Aguiar, de Santa Rosa da Serra, visitarão a ETA da Copasa na cidade, a fim de entender os processos aos quais esse recurso essencial é submetido antes de chegar aos imóveis e aprender sobre consumo consciente e relação entre saneamento e qualidade de vida.

“Existe uma preocupação muito grande por parte da escola em sensibilizar os alunos sobre a responsabilidade que todos nós temos com o meio ambiente em que vivemos e com os recursos naturais que utilizamos, para que essa utilização seja feita de forma racional, responsável e consciente”, revela diretor da instituição de ensino, Walisson Souza. 

Ele destaca ainda que “o contato direto com estas questões e desperta neles o senso crítico para atuarem na sociedade de forma colaborativa em defesa do meio ambiente, em especial quando se trata de um recurso natural indispensável para a vida, que é o caso da água”.

No mesmo dia, o Coletivo Local de Meio Ambiente (Colmeia) de Araxá, grupo também integrado pela Copasa, promoverá o plantio de mudas na sede do Trianon Esporte Clube, projeto que acolhe crianças e adolescentes em vulnerabilidade social e transforma vidas por meio do futebol.

Para Angélica Boreli, integrante do Colmeia Araxá e representante do Instituto Consciência e Ação, as iniciativas ajudam a arraigar a cultura da preservação da natureza. “Promover atividades de proteção ambiental é fundamental para conscientizar a sociedade sobre a importância que tem o meio ambiente para a vida, alertar sobre o desperdício e poluição e, principalmente, sobre as queimadas proibidas por lei”, pontua.

Em Patos de Minas, a quinta-feira será marcada pelo plantio de mudas. A equipe ambiental da Copasa, o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente e o Instituto Estadual de Florestas (IEF) visitarão a construção do Centro de Educação Ambiental (Ceam) da cidade, localizado no interior do Parque Municipal do Mocambo, onde plantarão mudas no entorno do prédio, que deverá ser inaugurado ainda neste mês de junho.

“A Copasa preza pela proteção dos recursos naturais, portanto, nesta data tão importante, não poderíamos deixar de promover uma ação junto ao prédio que, em breve, sediará diversas atividades de educação ambiental e que certamente contribuirá para a formação de cidadãos ambientalmente conscientes”, declara o assistente socioambiental da companhia, Getúlio Prado.

Na sexta-feira (7/6), estudantes dos cursos de Mineração, Agricultura e Segurança do Trabalho do Colégio Atena Poleis, em Araxá, visitarão a ETA da Copasa na cidade, para conhecer o trajeto da água desde a sua captação até a chegada nos imóveis da a população de cerca de 100 mil pessoas.

Responsabilidade socioambiental

A atuação social da Copasa integra a Agenda ESG da companhia, sigla que se refere às questões ambientais, sociais e de governança corporativa. O objetivo da Agenda ESG é reafirmar o propósito da Copasa de cuidar da água e gerar valor para as pessoas.

A atuação também é pautada na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), e nos respectivos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além dos dez princípios do Pacto Global.

Sem categoria