Economia do Rio cresceu mais do que a do Brasil no primeiro trimestre deste ano – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

A economia do Rio cresceu mais do que a do Brasil no primeiro trimestre – Arquivo/ Prefeitura do Rio

A atividade econômica da cidade Rio cresceu 1,8% no primeiro trimestre de 2024, na comparação com o quarto trimestre de 2023. Os números são do Indicador de Atividade Econômica do Rio (IAE-Rio), calculado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico (SMDUE). Essa taxa foi maior que a do PIB do Brasil, que cresceu 0,8% nesse período, de acordo com os dados das Contas Nacionais Trimestrais divulgados pelo IBGE, puxado pela agropecuária.

– O Rio vem mostrando uma recuperação importante de sua economia, com indicadores de atividade mostrando crescimento e com o arrefecimento do desemprego. Atingimos a marca de 3,3 milhões de pessoas ocupadas. Então, o crescimento do PIB no 1º trimestre deste ano é o resultado do trabalho que estamos fazendo: melhorando o ambiente de negócios, atraindo investimentos, com projetos como o Porto Maravalley, além da volta da realização de grandes eventos culturais e de negócios na cidade – resumiu o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico, Chicão Bulhões.

Pelo lado da oferta, o crescimento do PIB brasileiro no 1º trimestre de 2024 foi muito impactado pelo forte aumento da agropecuária (11,3%, na comparação com o trimestre imediatamente anterior), com uma quase estagnação da indústria (-0,1%) e um crescimento dos serviços – principal segmento da economia do Brasil, responsável por mais de 70% da economia nacional – de 1,4%.

Já a economia carioca apresentou um crescimento mais forte do setor de serviços, de 2,0%, segundo o Indicador de Atividades de Serviços (IAS-Rio), também elaborado pela SMDUE. Vale frisar que no Rio o peso de serviços é maior ainda, de aproximadamente 85%.

Esse crescimento mais forte da economia do Rio do que do Brasil está associado ao forte aumento do setor de serviços na capital fluminense, que é basicamente dependente desse setor. E o setor apresentou um resultado mais forte no Rio do que no Brasil. Também no primeiro trimestre de 2024, o Rio gerou 21,8 mil novos empregos formais, de acordo com dados do CAGED / Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), sendo mais de 80% do setor de serviços.

Esses dados estão disponíveis na quinta edição de 2024 do Boletim Econômico do Rio, elaborado pela SMDUE, no site do Observatório Econômico do Rio.

 

Marcações: Brasil crescimento economia primeiro trimestre Rio

Sem categoria