Agência Minas Gerais | Governo de Minas reforça parceria com Ministério Público em posse do novo presidente do Conselho Nacional de Procuradores Gerais

O governador Romeu Zema e o vice-governador Professor Mateus participaram, nesta quarta-feira (12/6), da solenidade de posse do novo presidente do Conselho Nacional de Procuradores Gerais (CNPG), o procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Jarbas Soares. A cerimônia foi realizada na sede da Procuradoria-Geral da República, em Brasília (DF).

A presidência do conselho não era ocupada por um mineiro havia 22 anos. Jarbas Soares foi eleito por aclamação no dia 17/4 e sucedeu o procurador-geral de Justiça do Pará, César Mattar Júnior. A posse ocorreu em 15/5, quando passou a conduzir os trabalhos como novo presidente do CNPG.

O governador Romeu Zema ressaltou a contribuição do procurador-geral com Minas Gerais. “São três anos e meio atuando para ajudar um estado em seríssima dificuldade financeira. Recentemente, recebemos aeronaves do Ministério Público, além de dezenas de veículos para melhorar os serviços públicos no Estado, dando apoio à saúde, à segurança pública, à ajuda humanitária, transplante de órgãos e salvando vidas”, ressaltou o governador Romeu Zema. 

 








 
 
   
   


“Os prefeitos sabem como foi importante o acordo de Brumadinho que o MPMG ajudou a costurar. Todos os prefeitos receberam recursos que foram utilizados em benfeitorias de infraestrutura em todas as cidades do estado. Agora, temos o desafio de fazermos algo semelhante referente ao acordo da tragédia de Mariana. Desejo sucesso nesta nova jornada”, acrescentou o governador.

Para o vice-governador Professor Mateus, a eleição do procurador-geral de Minas Gerais reforça o nome do estado e a parceria entre as instituições. “Cada vez que um mineiro assume uma posição relevante, Minas Gerais inteira se eleva com essa pessoa. No caso do Jarbas, temos não só a oportunidade de ver o estado prestigiado, mas também de transferir para fora esses bons exemplos que o Ministério Público tem construído conosco”, disse.

“O nosso Ministério Público é hoje muito mais propositivo, que busca solução. É um órgão que trabalhou conosco nos maiores acordos que foram feitos na história de Minas Gerais, e isso mostra qual é o caminho que o Ministério Público tem a seguir adiante”, finalizou o vice-governador.

Em seu discurso, Jarbas Soares destacou a importância de manter o diálogo e o respeito entre as instituições. “O Ministério Público deve respeitar o parlamento, que nos deu autonomia e independência, e os instrumentos para a defesa da sociedade. Por outro lado, não podemos jogar nas costas do Poder Judiciário a responsabilidade dos nossos eventuais equívocos. O membro do Ministério Público não pode ser a Justiça. A inviolabilidade da sua consciência e a sua autonomia, garantidas pela constituição, impõe o dever de contribuir com ela”.

 

Sem categoria