Alunos da Unesp aprovados no Provão Paulista ganham bolsas de R$ 800





Benefício será pago a 821 estudantes a partir deste mês; auxílio é voltado a estudantes com renda familiar de até 1,5 salário mínimo



O auxílio será direcionado a 30% das 934 vagas destinadas à Unesp no Provão Paulista

Alunos da Universidade Estadual Paulista (Unesp) que fizeram o Ensino Médio na rede estadual de ensino e foram aprovados no ensino superior por meio do Provão Paulista Seriado receberão uma bolsa permanência de R$ 800 mensais até o fim do curso. O benefício será pago a 821 estudantes a partir deste mês de junho. O convênio que institui a bolsa permanência foi firmado entre a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) e a Unesp e publicado na edição desta terça-feira (11) do Diário Oficial do Estado.

Leia também: Provão Paulista aumenta inclusão e diversidade na Faculdade de Economia da USP

Nos próximos cinco anos, a Seduc-SP deve investir R$ 40,4 milhões no pagamento da bolsa permanência. O auxílio será direcionado a 30% das 934 vagas destinadas à Unesp no Provão Paulista e voltada a estudantes com renda familiar de até 1,5 salário mínimo.

A cada ano, 281 alunos oriundos da rede estadual e aprovados no Provão Paulista serão somados ao projeto. Isso significa que em 2025, 562 alunos poderão ser beneficiados, 843 alunos em 2026, 1.124 em 2027 e 1.405 em 2028. Esse valor se mantém se, anualmente, a Unesp oferecer as 934 vagas por meio do Provão.

Entre as metas da bolsa permanência está o combate à evasão escolar desde o Ensino Médio e nos cursos de graduação. De acordo com o secretário da Educação, Renato Feder, a expectativa é que estudantes em situação de vulnerabilidade reconheçam a universidade como um lugar onde eles podem e devem estar. “A bolsa permanência vem para reforçar os esforços da Secretaria da Educação para que mais estudantes da rede pública estejam nas melhores universidades do país”, afirma Feder.

Quem pode receber a bolsa permanência?

Mensalmente, os valores serão repassados à Unesp, que definirá as regras para adesão à bolsa e métodos de pagamentos aos estudantes.

A seleção dos estudantes será por ordem de classificação no Provão Paulista. Entre as regras para o recebimento da bolsa está a renda mensal familiar de até 1,5 salário, assiduidade e acompanhamento do desempenho pela Unesp.

Em caso de empate entre estudantes aptos a receber a bolsa permanência, os critérios para desempate são famílias com maior número de integrantes no grupo familiar e a idade dos alunos. Estudantes mais velhos terão preferência. Até dois estudantes por família poderão ser selecionados para receber a bolsa.

O convênio, que segue a legislação, tem vigência de cinco anos.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

Sem categoria