SP inicia missão internacional para apresentar oferta de ações da Sabesp





Nos EUA e Europa, Tarcísio de Freitas e secretários vão divulgar avanços nos projetos estaduais de desestatização, concessões e parcerias



O Governo de São Paulo inicia na próxima segunda-feira (24), nos Estados Unidos, a terceira missão internacional do ano, que também inclui agendas na Europa. Liderada pelo governador Tarcísio de Freitas, a comitiva paulista terá uma série de encontros com líderes de grupos privados e fundos globais de investimentos para apresentar o modelo da oferta pública de ações da Sabesp e as próximas etapas do processo de desestatização.

“Esta é uma das missões mais importantes deste ano. Vamos nos encontrar com executivos e investidores internacionais e detalhar a operação de desestatização da Sabesp. Há interesse global por investimentos em ativos de saneamento e infraestrutura, principalmente os de longo prazo. Nosso objetivo é mostrar a importância deste projeto para a atração de capital e a melhoria da vida das pessoas”, destacou Tarcísio.

A delegação paulista também reúne os secretários estaduais Rafael Benini (Parcerias e Investimentos), Natália Resende (Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística) e Lais Vita (Comunicação).

O governador abre a agenda em Nova York com uma série de encontros com executivos e representantes de empresas e fundos de investimentos. Ao longo da próxima semana, a comitiva também terá encontros com investidores em Boston, capital do estado norte-americano de Massachusetts.

No dia 1º de julho, o grupo desembarca no Reino Unido para a rodada europeia de detalhamento da operação da Sabesp. Em Londres, Tarcísio vai apresentar oportunidades em São Paulo para investimentos verdes, saneamento e infraestrutura. O restante da comitiva permanece na Europa até o dia 5 para reuniões na Inglaterra e na Suíça. No retorno ao Brasil, o governador também terá encontros com empresários em São Paulo e no Rio de Janeiro.

A oferta pública de ações da Sabesp será conduzida pelos bancos coordenadores BTG Pactual, Bank of America, Citi, UBS e Itaú BBA. A venda de ações será dividida em dois grupos: o primeiro, de 15% dos papéis da Sabesp, será destinado ao investidor de referência. Já o segundo lote, com cerca de 17% das ações, será aberto a todo o mercado, inclusive pessoas físicas, jurídicas e funcionários da companhia. Não haverá oferta primária, o que significa que apenas ações que hoje são do Governo de São Paulo serão ofertadas.

Agenda em Lisboa

Antes da missão em Londres, Tarcísio também irá a Portugal para apresentar oportunidades de investimentos no estado. Além da desestatização da Sabesp, o governador vai detalhar todo o portfólio do Programa de Parcerias de Investimentos do Estado de São Paulo (PPI-SP) a grupos privados internacionais em Lisboa.

Atualmente, são 24 projetos qualificados em quatro eixos estruturais – água e energia, mobilidade, rodovias e social. A expectativa da gestão estadual é promover mais 44 leilões até o final de 2026, mobilizando grupos globais interessados em investir em ativos estaduais. O secretário-chefe da Casa Civil do governo paulista, Arthur Lima, também vai participar dos encontros na capital portuguesa.

Ainda em Portugal, Tarcísio se junta a outras autoridades brasileiras para participar do 12º Fórum Jurídico de Lisboa. O evento acontece na próxima quarta-feira, com debates e palestras com a participação de ministros do Supremo Tribunal Federal.

Sem categoria