conheça história e as tradições em torno do santo

O dia de São Pedro é comemorado neste sábado (29). A data foi escolhida, celebrando o dia de sua canonização, que aconteceu em 64 d.C e é marcado por celebrações religiosas e festivas. As comemorações em homenagem ao santo católico também são marcadas por tradições.

O Jornal da Paraíba conversou com os seminarista da Arquidiocese da Paraíba, José Illgner e Diogo Barbosa, e com o padre da Igreja Nossa Senhora Mãe dos Homens, Marcelo Firmo, que explicaram quais são essas tradições.

Originalmente, chamado de Simão, São Pedro era um pescador e foi o primeiro papa da Igreja Católica e aquele que, segundo a crença católica, recebeu as chaves do céu de Jesus Cristo. Além disso, Pedro foi amigo e um dos 12 apóstolos que seguiu Cristo durante sua jornada na Terra.

Após a morte de Jesus, ele começou a assumir uma posição de liderança, reuniu um grupo de seguidores e criou a primeira Igreja.

Tradições

No dia do santo, é realizado o Óbolo de São Pedro, que é uma oferta enviada para o Papa para que ele possa fazer caridades ao redor do mundo.

Além disso, o dia de São Pedro é celebrado com novenas, missas, procissões e barqueatas em homenagem ao santo pedindo por sua intercessão, comidas típicas de milho e o acendimento de fogueiras.

O seminarista Diogo Barbosa explica que as fogueiras também são acesas no dia de São Pedro, seguindo o exemplo das que são acesas no dia de São João Batista (celebrado no dia 24), que representam o anúncio de que São João tinha nascido.

Fogueira de São João (Foto: Leonardo Silva)

Assim, elas passaram a ser colocadas nas celebrações dos outros santos, seguindo a tradição junina.

É importante destacar que na Paraíba, independente de tradição, as fogueiras só podem ser feitas na zona rural. Uma lei proíbe o acendimento nas áreas urbanas.

Sem categoria