Agência Minas Gerais | Governo apoia 52ª Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Bom Despacho

O vice-governador de Minas Gerais, Professor Mateus, participou da 52ª edição da Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Bom Despacho (Expobom), nesta quinta-feira (4/7). Ele percorreu os estandes do evento, realizado no Parque de Exposições de Bom Despacho até sábado (6/7).

A exposição é organizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Bom Despacho, que entregou uma placa com o título de sócio honorário vitalício para o vice-governador mineiro.

Professor Mateus lembrou que foi a segunda feira agropecuária pela qual passou no dia, já que havia visitado a Feira de Negócios Agrícolas de Indianópolis (Fenaindi) durante a manhã, e elogiou a crescente otimização profissional desses eventos.

 

 








 
 
   
   

O vice-governador exaltou o papel da Expobom para o agro em Minas, que representa 22% da economia do estado e já se destaca na produção de leite, café e do segmento sucroalcooleiro. “É uma forma de os produtores se encontrarem, terem essa troca de experiências, acesso a novas tecnologias, conversarem com a cadeia produtiva como um todo, fornecedores e compradores, e assim vamos evoluindo nosso meio de produção”, disse.

Segundo o Sindicato dos Produtores Rurais, a Expobom movimentou R$ 22 milhões no ano passado.

No estande do Governo de Minas, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), a Empresa de Pesquisa agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) oferecem plantão e distribuição de material técnico aos produtores.

Na abertura da Expobom, o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Thales Fernandes, enfatizou o papel de um dos grandes expoentes da economia mineira.

 








 
 
   
   


“Temos uma agricultura extremamente diversificada, com produtos de valor agregado, como nosso queijo, nosso mel, nosso vinho, nosso azeite e a nossa cachaça”, descreveu.

O secretário frisou ainda o diferencial da região para sediar um evento desta natureza. “O nosso agro cresce cada vez mais, com cada vez mais visibilidade, e Bom Despacho é uma locomotiva do Centro-Oeste, onde temos uma boa produção de leite, uma genética avançada, soja, plantio de citros, de cebola, uma agricultura familiar pujante”, finalizou Thales Fernandes.

Sem categoria